diferenca-da-essencia-e-oleo-essencial

DIFERENÇA DE ÓLEOS ESSENCIAIS X ESSÊNCIAS

Um assunto muito pertinente e que confunde muitas pessoas que costumam acreditar que é a mesma coisa, mas não podem estar longe de ser diferentes! Neste post, vamos explorar suas diferenças.

COMO SÃO FEITOS?

Jovem casal com problemas. mulher confusa e homem pensando juntos ...

Os óleos essenciais são feitos de 100% de substâncias naturais e são extraídos de diferentes partes de uma planta, como flores, ervas ou raízes.

Sabe-se que esses óleos são extrações, literalmente, puras obtidas através de um processo de destilação a vapor. Às vezes, dependendo do tipo de planta, a extração pode ser muito complexa. Esses óleos 100% quer dizer que é “puros”, o que significa que não foram processados, diluídos ou manipulados de maneira alguma com solventes ou outros aditivos.

Já as essências ou fragrância são criadas em laboratório, composta de óleos vegetais e naturais, além de compostos sintéticos. E um dos seus  principais benefícios é que elas  não são voláteis, são hipoalérgicas e  duram mais que os óleos essenciais.

Cabe frisar que muitos dos produtos perfumados comerciais mais “em conta no bolso” são criados com fragrâncias sintéticas porque são capazes de reter seu aroma por períodos mais longos.

QUE TEM MAIS BENEFÍCIOS EM SAÚDE?

Sonhar com Natureza: o seu significado - My mystic land

Certamente, você já escutou falar de AROMATERAPIA correto?

Então os óleos essenciais têm diversos usos na aromaterapia com intuito de ajudar a aliviar dores musculares, problemas de pele e outras aflições corporais e mentais. Mas, para usá-lo é importante consultar um aromaterapeuta e/ou médico, já que existem restrições.

Uma das justificativas do óleo essencial ser mais valorizado que as essências é que os óleos essenciais tem seu uso para diversos tratamentos, sejam eles:

Amaciamento da pele e cabelos;

Hidratação da pele;

Erupções cutâneas;

Alívio de eczema;

Útil no alívio do estresse e da enxaqueca;

Entre uma infinidade de tratamentos…

 Os óleos essenciais também podem ser ingeridos internamente, enquanto as essências/fragrância não. Muitas pessoas aplicam óleos essenciais junto com óleos vegetais diretamente na pele ou os usam durante o banho. Outros podem aplicá-lo através de um sistema olfativo, como um umidificador.

Embora as essências traduzam sensações, quando digo sensações  quero exemplificar alguns episódios que você certamente de presenciou:

– Certamente você já abraçou alguém e sentiu mal estar com o perfume do sujeito, correto? Isso foi essência.

– Ou até mesmo, gostou muito do cheiro, e ao lembrar-se da pessoa um pequeno sorriso no canto surgiu! Isso foi essência.

– E já entrou numa loja perfumada e não quis nem sair para ser agraciado (a) pelo cheiro? Isso foi essência.

– O desinfetante que sua avó usava lhe deu dor de cabeça e/ou contrário?Isso foi essência.

São muitos exemplos, mas é perceptível que as essências traduzem sensações.

É notório, também, que as fragrâncias não oferecem os mesmos benefícios de saúde que os óleos essenciais, pois foram projetados exclusivamente para imitar um perfume.

 A natureza é complexa e os óleos essenciais são feitos mais do que apenas componentes de perfume, e é por isso que eles são tão difíceis de recriar. Quando isolamos apenas os componentes aromáticos naturais de uma planta, perdemos os benefícios potenciais que a planta poderia oferecer.

É importante salientar que cada indivíduo é diferente e há casos em que os indivíduos ainda podem ser alérgicos até mesmo aos componentes de um óleo essencial. Só porque é tudo natural, não significa que funciona para todos.

E SOBRE A DIFERENÇA DE PREÇO:

Precificação de produtos: Como fazer da forma correta

Indubitavelmente, os óleos essenciais são caros e variam de acordo com o tipo de óleo, a estação do ano e a disponibilidade do produto. Isso ocorre porque é caro plantar, cultivar, colher e destilar a planta em busca de óleos essenciais.

É super importante enfatizar que é a quantidade necessária de material vegetal para produzir até uma pequena quantidade de óleo essencial é assustador, o que não é sustentável. Vejamos o exemplo do óleo essencial de rosa, cujo preço é bastante alto porque requer um processo de extração preciso e oportuno, onde são necessárias cerca de 1000 pétalas de rosa para fazer apenas uma gota.

Já os óleos essenciais cítricos, por outro lado, tende a ser mais baratos porque são muito mais fáceis de extrair.

As essências, sem dúvidas, são bem mais barato devido à capacidade de fabricá-lo e sem necessidade de extração (geralmente um processo muito caro). Cabe ressaltar, que elas são hipoarlegenicas e para artesãos que fabricam para vendas são mais acessíveis e indicadas, já que os óleos essenciais precisam de prescrição médica. Mas, é apenas a minha opinião o que não faz de fato uma regra!

E aí? Compreendeu as diferenças dos óleos essenciais e das essências? Comente aqui…

Posso te pedir mais um favor? Se esta matéria foi útil para você, ajude-nos a divulgá-la?

Compartilhe este artigo

Copyright 2020 © Big Essências. Desenvolvido com ❤ por Panda Digital Marketing